ONU lança Apelo Humanitário 2009 BR

ONU lança Apelo Humanitário 2009

O subsecretário-geral da ONU de Assistência Humanitária, John Holmes (foto), afirmou durante o lançamento do apelo que a crise não é apenas financeira porque que milhões de pessoas continuam sofrendo devido a conflitos e desastres naturais.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, lançou, nesta quarta-feira, em Genebra, na Suíça, um apelo de US$ 7 bilhões, o equivalente a cerca de R$ 16 bilhões, de ajuda humanitária à 30 milhões de pessoas em 31 países.

O Apelo Humanitário 2009 representa a união de 360 entidades assistenciais, incluindo agências da ONU, organizações internacionais e não-governamentais, para combater os maiores desafios humanitários globais.

Ajuda Concreta

O subsecretário-geral da ONU de Assistência Humanitária, John Holmes, lembrou que a crise não é apenas financeira.

Segundo Holmes, milhões de pessoas continuam sofrendo por causa de conflitos, desastres naturais, conseqüências das mudanças climáticas e da alta nos preços dos alimentos. E apelo 2009 oferece ajuda concreta às pessoas em dificuldade.

O apelo destaca que a crise finaceira global traz preocupações sobre a ajuda humanitária em 2009. E indica que junto com os esforços de recuperação econômica, os países doadores devem manter a ajuda às vítimas de conflitos, desastres naturais e pobreza extrema.

Os recursos do Apelo Consolidado das Nações Unidas serão usados para ações humanitárias, incluindo a assistência à Republica Democrática do Congo, Sudão, Somália e Iraque.