Conselho de Segurança discute Somália BR

Conselho de Segurança discute Somália

Secretário-geral assistente de Assuntos Políticos, Haile Menkerios, disse que acordos assinados entre o governo e a oposição deram novo ímpeto ao processo de paz; mas, a situação na Somália continua instável.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança da ONU, aprovou por unanimidade, nesta quinta-feira, uma resolução que propõe o congelamento de bens e a proibição de viagem de pessoas envolvidas com crimes na Somália.

Acordos

O Governo Federal de Transição, TFG, e a Aliança para Re-Libertação da Somália, ARS, de oposição, assinaram em outubro, dois acordos de cessar-fogo que incluem o fim das hostilidades, o estabelecimento de um governo de unidade e a retirada de tropas da Etiópia, que tem apoiado as força do governo.

Segundo o secretário-geral assistente de Assuntos Políticos, Haile Menkerios os acordos assinados deram um novo ímpeto ao processo de paz no país. Mas, a situação na Somália continua instável.

O Conselho de Segurança também avaliou o relátório do Secretário-Geral, Ban Ki-moon, sobre atos de pirataria na costa da Somália. Segundo Ban, a deteriorização da segurança na região coloca em risco a ajuda humanitária à milhões somalis.

Ataques Piratas

O secretário-geral da Organização Marítima Internacional, OMI, Efthimios Mitropolous, informou ao conselho que os piratas somalis realizaram 120 ataques contra embarcações somente este ano.

Segundo Mitropolous, o mundo precisa atuar com rapidez e determinação para acabar com o problema.