Missão no Iraque diz que violência é preocupante

24 novembro 2008

Representante do Secretário-Geral no país, Staffan de Mistura, condenou atentados que mataram pelo menos 18 pessoas em Bagdad.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque

O chefe da Missão da ONU no Iraque, Staffan de Mistura, declarou que a situação da violência no Iraque é preocupante.

Ele fez a declaração após uma série de atentados, que matou pelo menos 18 pessoas em Bagdad, nesta segunda-feira.

Esforços

Segundo as Nações Unidas, vários civis ficaram feridos nos ataques, ocorridos no horário em que muitos iraquianos se dirigiam ao trabalho.

No início deste mês dois atentados a bomba deixaram dezenas de mortos no país.

Segundo Staffan de Mistura, o aumento da violência em Bagdad é motivo de grande preocupação. Ele pediu a todos os iraquianos que não permitam que os responsáveis pelos ataques minem os esforços de estabilizar o país.

Eleições

O chefe da Missão da ONU no Iraque afirmou que não existe nenhuma justificação política ou moral para os ataques deliberados contra a vida de civis inocentes.

Os iraquianos estão a preparar-se para eleições locais, marcadas para 31 de janeiro próximo. São as primeiras votações deste tipo desde 2005.

Apresentação*: João Rosário, Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud