Zimbabué tem risco de agravamento da crise (Português para África)

25 novembro 2008

Nações Unidas apelam à ajuda para estancar surto de cólera no país; doença já matou mais de 350 pessoas e infectou 9 mil.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretáro-Geral da ONU afirmou que está muito preocupado com o risco de um agravamento da situação humanitária no Zimbabué.

Ban Ki-moon está apreensivo com o risco de cerca de metade dos 12 milhões de zimbabuanos possam vir a precisar de ajuda alimentar, com o colapso do sistema de saúde, de higiene e de educação, ao mesmo tempo que se regista uma escalada do número de infectados por um surto de cólera.

A porta-voz do Secretário-Geral, Michele Montas, falou esta terça-feira em Nova Iorque, sobre os últimos efeitos da cólera no país.

Montas dise que quase 9 mil pessoas estão infectadas e que há mais de 350 mortos até o momento.

Por estas razões, o Secretário-Geral da ONU lançou um apelo para que se ajude o Zimbabué, independentemente de questões de ordem política.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud