Testes anuais poderiam reduzir novos casos de HIV BR

Testes anuais poderiam reduzir novos casos de HIV

Pesquisa, publicada na revista The Lancet, diz que terapia combinada pode levar à queda de até 95% dos casos em 10 anos.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Um modelo matemático, desenvolvido por um grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde, OMS, sugere que testes anuais de HIV, acompanhados de tratamento, podem reduzir em até 95% novos casos de Aids.

Segundo os autores do estudo, publicado nesta quarta-feira na revista “The Lancet”, a combinação poderia ajudar ainda a diminuir a incidência de tuberculose e a transmissão vertical do HIV, de mãe para filho.

Menos Recursos

A pesquisa, que prevê as mudanças num prazo de 10 anos, revela que o novo modelo poderia representar uma grande queda nos casos de morte causados pela Aids em países com menos recursos para o tratamento da doença.

Pela proposta da OMS, o paciente se submeteria, de forma voluntária, a testes anuais e avaliação clínica para determinar sua necessidade de tratamento com antiretrovirais.

Diretrizes

Os autores do estudo explicaram a natureza teórica da pesquisa, que é baseada em dados, e levantaram uma série de preocupações sobre proteção dos direitos dos pacientes, resistência aos medicamentos e questões financeiras.

O estudo não representa nenhuma mudança nas diretrizes da agência sobre o tema. A OMS informou que continua defendendo medidas preventivas como circuncisão masculina, redução de parceiros sexuais e o uso correto de preservativos.

Apresentação*: Eduardo Costa, Rádio ONU em Nova York.