Processo de paz na Somália avança com apoio da ONU (Português para África)

Processo de paz na Somália avança com apoio da ONU (Português para África)

Governo e oposição somalis deram mais um passo na concretização do acordo de paz assinado em Junho, sob os auspícios da ONU.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova York.

O representante especial do Secretário-Geral para a Somália, Ahmedou Ould-Abdallah (foto), congratulou os mais recentes desenvolvimentos nos contactos para a reconciliação entre o governo de transição e a oposição da Aliança para a Re-libertação da Somália.

De acordo com as Nações Unidas as duas partes acordaram em assuntos como a partilha do poder no governo, justiça e segurança.

Governo Transição

O representante de Ban Ki-moon para a Somália, Ahmedou Ould-Abdallah, disse que está satisfeito por ver que as partes estão empenhadas em avançar, com a ajuda da ONU e da comunidade internacional, seguindo os termos do acordo de paz assinado no Djibuti, em Junho.

O acordo estipula o fim dos confrontos entre o governo federal de transição do país e a oposição, a Aliança para a Re-libertação da Somália, e a possibilidade de entrada no país de uma força internacional de estabilização das Nações Unidas.

No encontro do comité de alto nível, constituido pelo acordo de paz e realizado no Djibuti, na última terça feira, as partes decidiram acrescentar 75 novos assentos no Parlamento e concordam com a criação de grupos mistos, fora do Protocolo de Paz, constituidos por mulheres, no sector privado e na diáspora.

Por causa de conflitos armados sucessivos, a Somália não tem um governo em funções desde 1991 após a queda do presidente Mohamed Siad Barre.