ONU protege Guepardos
BR

28 novembro 2008

O guepardo, também conhecido como chita, que corre até 120 km/h, está ameaçado de extinção ao lado de golfihhos e baleias, segundo Convenção para Conservação de Espécies Migratórias e Animais Silvestres.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, afirmou que o aquecimento global está ameçando várias espécies animais de extinção incluindo o guepardo ou chita, considerado o animal mais rápido do mundo.

Segundo a ONU, apenas 10 mil chitas adultas sobrevivem, hoje em dia. A maioria na África. A espécie é uma das 30 sob risco atualmente.

Golfinhos e Baleias

O tema deve ser debatido na 9º Conferência das Partes da Convenção para Conservação de Espécies Migratórias e Animais Silvestres, que começa na segunda-feira, em Roma, na Itália.

O evento espera reunir representantes de mais de 100 governos para discutir medidas de combate ao declínio das populações animais.

Além do guepardo, que já sofreu uma redução de 90% no último século, a reunião analisará a situação dos carneiros da Barbária, encontradas nas regiões do Saara e Sahel, na África, o cachorro selvagem africano, tubarões, golfinhos e baleias, principalmente na Ásia.

Parque Nacional

O secretário-executivo do Pnuma e da Convenção, Robert Hepworth, disse que muitas espécies migratórias se tornaram partes importantes da economia local através da indústria do turismo.

Ele lembrou que o Parque Nacional de Serengueti, na Tanzânia e no Quênia, recebe cerca de 150 mil visitantes por ano por causa de variedade animal.

Apresentação*: Eduardo Costa, Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud