Comércio por correios precisa ser mais ágil, diz ONU (Português para o Brasil)

Comércio por correios precisa ser mais ágil, diz ONU (Português para o Brasil)

Declaração, em fórum global da União Postal Universal, revela que 90% das vendas até 2020 serão afetadas pela internet.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Fórum Mundial de Negócios Postais, encerrado nesta quinta-feira em Londres, alertou para a necessidade de mais agilidade do comércio virtual por correios.

Segundo um dos especialistas no evento, apoiado pela União Postal Universal, os correios teriam apenas mais 500 dias para aproveitar melhor as oportunidades geradas pelas vendas na internet.

Transporte

Leia o boletim de Marcelo Torres, da Rádio ONU em Londres.

“Pesquisas apresentadas na Post-Expo 2008 mostram que um quinto da população mundial, quase um bilhão e meio de pessoas, tem acesso à internet. E até o ano de 2020, 90% das vendas do comércio mundial irão passar, de alguma maneira, pela rede mundial de computadores.

Mas, apesar de todo esse potencial do mercado, os serviços de correios de vários países ainda não se adaptaram às exigências do comércio eletrônico.

Um dos especiliatas no evento, James Roper, diretor de uma empresa de consultoria a vendas internacionais na internet, acredita que os correios têm cerca de um ano e meio para oferecer mais confiança e eficiência ao setor

varejista, se não quiser perder um grande mercado para outras empresas de transporte.

Segurança

Ele diz apoiar a iniciativa da União Postal Universal, que pertence à ONU, de tentar dar uma cara global aos serviços de correios oferecidos na internet, aumentando a sensação de segurança a compradores e comerciantes.”

De acordo com a UPU, os correios tradicionais empregam mais de 5,5 milhões de pessoas em todo o mundo e processam mais de 439 bilhões de cartas anualmente.