Mais de 40% dos somalis precisam de ajuda, diz ONU

3 outubro 2008

Cerca de 3,2 milhões de pessoas necessitam de alimentos e gêneros de primeira necessidade; combate obrigou mais de 15 mil a fugir.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório de Assistência Humanitária das Nações Unidas, Ocha, informou que 43% das pessoas na Somália estão a precisar de ajuda urgente para sobreviver.

A violência no país, que está desde 1991 sem governo, obrigou mais de 15 mil pessoas a fugir de suas casas na capital Mogasdíscio.

Donativos

Segundo o Ocha, combates entre rebeldes e forças do governo de transição, mataram pelo menos 25 pessoas e deixaram mais de 50 feridas, nos últimos dias.

Uma porta-voz do Ocha em Nova York, Federica D’Andrea, disse à Rádio ONU que o Programa Alimentar Mundial, PAM, está a distribuir ajuda para alguns deslocados na capital apesar da situação de insegurança.

“O Programa Alimentar Mundial está fazendo a distribuição de ajuda alimentar em Mogadíscio. A maioria das mulheres e crianças conseguiram receber esta ajuda” disse.

O PMA entregou 14 milhões de refeições nesta semana. O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, distribuiu donativos para cerca de 8 mil famílias deslocadas.

Apresentação*: Yara Costa, Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud