Número de deslocados deve aumentar, diz ONU

Número de deslocados deve aumentar, diz ONU

Alto comissário para Refugiados, António Guterres (foto), diz que actual crise global pode levar ainda mais pessoas a fugir de suas casas principalmente no Corno da África, na Ásia e no Médio Oriente.

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas lançaram um alerta nesta segunda-feira sobre a possibilidade de um aumento no número de refugiados em todo o mundo.

A declaração foi feita pelo alto comissário da ONU para Refugiados, António Guterres, na abertura do encontro anual do comité executivo do Acnur, em Genebra.

No fim do ano passado, havia 11,4 milhões de refugiados e este número continua a aumentar.

Ajuda Emergencial

Segundo Guterres, a competição por recursos escassos tornou-se um dos principais motivos de violência e conflictos no mundo e a crise afecta principalmente a região do sudoeste da Ásia, Médio Oriente e o Corno de África.

Ele afirma que mudanças climáticas, pobreza extrema e conflictos armados fazem com que todos os anos, milhões de pessoas se desloquem e se refugiem em outros países.

O Acnur apoia neste momento cerca de 14 milhões de pessoas em 28 países, mais do que o dobro do número de refugiados em 2005. Apenas nos últimos 18 meses a organização já prestou ajuda emergencial a mais de 40 países.

As despesas do fundo de operações do Acnur também aumentaram e calcula-se que este ano os gastos cheguem a US $ 1,6 bilhão, 500 milhões a mais do que em 2006.

De acordo com António Guterres, estes custos são bastante elevados para o Acnur que tem de actuar muitas vezes em locais remotos e difíceis em cerca de 120 países.