Impacto da droga na Guiné-Bissau não pode ser subestimado (Português para África)

7 outubro 2008

Lynn Pascoe (foto) fez a declaração durante uma reunião, esta terça-feira, no Conselho de Segurança para debater a situação no país africano. ~

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.*

O subsecretrário-geral da ONU para Assuntos Políticos, B. Lynn Pascoe, afirmou nesta terça-feira que o impacto do tráfico de drogas na Guiné-Bissau não pode ser subestimado.

Lynn Pascoe fez a declaração durante uma reunião, esta terça-feira, no Conselho de Segurança para debater a situação no país africano.

Ameaça

De acordo com o Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime, Unodc, a Guiné-Bissau está a tornar-se um ligação estratégica no transporte ilegal de drogas entre a América do Sul e a Europa.

Num relatório ao Conselho de Segurança, o Segundo o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu a instalação de uma comissão para investigar o problema do tráfico além de medidas punitivas para os responsáveis pelo crime no país.

A proposta foi endossada por B. Lynn Pascoe, que afirmou que o tráfico é uma ameaça à estabilidade não só da Guiné mas de todos os vizinhos que estão saindo de conflitos civis.

Apresentação*: Yara Costa, Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud