Dia de Redução de Desastres

Dia de Redução de Desastres

Nações Unidas alertam para necessidade de segurança e investimentos na segurança de hospitais em caso de catástrofes naturais.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU marca nesta quarta-feira o Dia Internacional para Redução de Desastres com um alerta sobre a segurança dos hospitais.

De acordo com o Secretariado de Estratégia para Redução de Desastres da ONU, o investimento na segurança dos hospitais, em caso de catátrofes naturais, ajuda não só a salvar vidas, mas é também econômico.

Furacões

Nas comemorações desta quarta-feira estão sendo lembradas as vítimas de desastres como o terremoto no sul da Ásia, em 2005, os ciclones em Mianmar e na China, e os furacões no Caribe e nos Estados Unidos, neste ano.

Apenas no primeiro semestre de 2008, cerca de 229 mil pessoas morreram e mais de 130 milhões foram afetadas por calamidades naturais.

Numa mensagem para marcar o Dia Internacional para a Redução de Desastres, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que é preciso mobilizar todos os níveis da sociedade para diminuir os riscos de acidentes e salvar vidas.

Durante o terremoto do Sul da Ásia, em 2005, 75% da infra-estrutura da saúde foram destruídos na área afetada no Paquistão. Já em Mianmar, após a passagem do ciclone Nargis, em maio, quase seis em cada 10 postos de saúde foram danificados.