FAO promove comércio orgânico

FAO promove comércio orgânico

Novas ferramentas facilitarão acesso aos mercados mundiais para agricultores nos países em desenvolvimento.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, anunciou, nesta quarta-feira, que agricultores que investem em produtos orgânicos, nos países em desenvolvimento, terão um maior acesso aos mercados mundiais.

Segundo a FAO, duas ferramentas práticas, lançadas nesta semana, facilitarão o comércio de produtos orgânicos.

Barreiras

O primeiro instrumento permitirá aos compradores comparar os padrões de produção agrícola em regiões diferentes. A outra ferramenta facilitará a importação de produtos certificados sob um sistema de controle estrangeiro.

Segundo a FAO, o comércio orgânico cresce numa médial anual de 15% a 20% e conta com a participação de mais de 100 países.

Mas, de acordo com a agência, padrões e regulações atuais representam uma barreira para o comércio internacional.

Segundo a FAO, estes obstáculos impedem o acesso de muitos agricultores aos benefícios da agricultura orgânica e causam um aumento no preço de uma oferta limitada de produtos.