Perspectiva Global Reportagens Humanas

Doença misteriosa mata três na África do Sul

Doença misteriosa mata três na África do Sul

Organização Mundial da Saúde, OMS, ainda desconhece o motivo dos óbitos.

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, informou que três pessoas morreram na África do Sul de uma doença misteriosa.

As vítimas faleceram num hospital de Johanesburgo.

A OMS está neste momento a fazer pesquisas para descobrir a razão das mortes.

Situações de emergência

Amostras foram retiradas e enviadas para análise de febres hemorrágicas, mas a hipótese de um surto do vírus Ébola ou de febre do Vale Rift foi descartada.

Especialistas da OMS identificaram formas de reforçar o funcionamento dos sistemas nacionais de saúde em África. Espera-se que o continente mais afectado por crises possa melhor lidar com situações de emergência, surtos de doença, cheias e má nutrição.

De acordo com a agência, apenas este ano, mais de 95% dos países africanos passaram por crises humanitárias, por isso é necessário fortalecer a resposta e prevenção de emergências.

O conselheiro da OMS para a região de África, do programa da Acção Humanitária de Emergência, Omar Khatib, disse que se houver mais melhorias na forma como os países se preparam e respondem aos desastres em África, a saúde de milhões de pessoas pode também melhorar.

O encontro anual do programa da Acção Humanitária de Emergência da OMS reuniu cerca de 50 especialistas do continente africano, em Zanzibar na Tanzânia.

Entre os especialistas estão pessoas de Moçambique, Angola, Zimbabué, Uganda, Quénia, Madagáscar, Botswana, Ruanda entre outros.