Ban diz que saúde mental deve ser prioridade (Português para o Brasil)

10 outubro 2008

Organização Mundial da Saúde, OMS, informa que mais de 75% das pessoas sofrendo de distúrbios mentais, nos países em desenvolvimento, não recebem cuidados ou tratamento.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu mais esforços para promover cuidados da saúde mental e proteger os direitos de pessoas com distúrbios graves.

Segundo ele, distúrbios mentais ocorrem em todas as culturas e idades, e são geralmente ligados à pobreza, marginalização e desvantagem social.

Prioridade

A mensagem de Ban marca o Dia Mundial da Saúde Mental, celebrado nesta sexta-feira.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS, mais de 75% das pessoas sofrendo de distúrbios mentais, nos países em desenvolvimento, não recebem cuidados ou tratamento.

De acordo com a agência, nove em cada 10 pessoas com epilepsia na África não têm acesso aos medicamentos, que custam menos de US$ 5, o equivalente a R$ 11, por ano.

O Secretário-Geral disse que recursos de combate ao problema são insuficientes e distribuídos de maneira desigual. E afirmou que aumentar os serviços deve ser uma prioridade.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud