Conselho de Segurança discute eleições na Guiné-Bissau

15 outubro 2008

Debate nesta quarta-feira concentra-se na instabilidade política que se antecipa à votação legislativa de 16 de Novembro.

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas está reunido nesta quarta-feira para discutir a situação política e as eleições legislativas de Novembro na Guiné-Bissau. Os países-membros estão a analisar um relatório do Secretário-Geral sobre o país, concluído no fim de setembro.

Entre os pontos da reunião, estão as actividades do Escritório das Nações Unidas de Apoio à Consolidação da Paz na Guiné-Bissau, Unogbis e as preparações para as eleições legislativas do dia 16 de Novembro.

Eleições

A conselheira política do Unogbis, Zubaida Rassul, falou à Rádio ONU, de Bissau, sobre os desafios que antecedem às eleições.

“Assegurar que vão ser eleições que não têm interferência por parte da segurança nacional, nem de militares ou polícias de uma maneira negativa”.

Nesta quarta-feira, representantes do governo guineense reuniram-se para definir os custos adicionais e traçar estratégias que garantam o bom andamento das eleições.

Ela destacou ainda a importância do apoio da Unogbis no sentido de ajudar o governo da Guiné-Bissau a garantir eleições justas e transparentes e um clima de paz.

“Reforçar a acção do governo para combater o crime organizado, controle de tráficos de drogas de pessoas e armas ilegais”

De acordo com o relatório do Secretário-Geral da ONU, o tráfico de drogas e o crime organizado tem criado um clima de instabilidade e tensão políticas nos últimos meses na Guiné-Bissau.

O próprio presidente do país, João Bernardo Nino Vieira, disse que o tráfico é um flagelo para a Guiné.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud