Nações Unidas marcam Dia Mundial da Alimentação

16 outubro 2008

Agências da ONU comemoram data e enfocam os efeitos da mudança climática e da bionergia na produção de alimentos.

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova York.

O Dia Mundial da Alimentação comemorado neste 16 de outubro concentra-se este ano em mudanças climáticas e bionergia.

Numa mensagem alusiva à data,o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon disse que a crise financeira mundial pode agravar ainda mais a fome no mundo.

O director-geral assistente da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, para recursos naturais e Departamento de Meio ambiente, Alexander Mueller, alertou que o aquecimento global é uma realidade e é urgente que os países mais pobres e vulneráveis, onde mais de 920 milhões de pesssoas vivem com fome, criem estratégias para lidar com a questão.

Centenas de milhões de pequenos agricultores, pescadores e pessoas que dependem de florestas serão os mais afectados pelas mudanças climáticas.

Desafios nos países africanos

Segundo a FAO, actualmente 800 milhões de pessoas dormem com fome e outros 100 milhões correm o risco de sofrer de fome e pobreza. Os países africanos são os mais afectados.

Para reverter este cenário é necessário, rever o uso da terra, os programas de segurança alimentar e as políticas de pesca e floresta, disse Mueller.

Antes da data, o Embaixador de Cabo Verde nas Nações Unidas, António Lima em entrevista exclusiva à Rádio ONU, falou sobre a revolução verde nos países africanos.

“Não só nós somos capazes de fazer a revolução verde mas temos a possibilidade de o fazer bem e muito melhor que muitos outros continentes. Porque temos a capacidade, temos a vontade, basta o apoio financeiro que evidentemente temos a necessidade, para as sementes, para os ingredientes. Não basta dizer que vamos cultivar, é preciso saber com o quê, é preciso saber como regar e é preciso fazer uma série de inovações a nível tecnológico, que não podemos ter e que devemos receber para fazer isso. ”

Celebrações

O Comité de Segurança Alimentar da FAO vai estar reunido até ao fim desta semana, com representantes de mais de 100 países e organizações da sociedade civil em Roma, para avaliar as tendências da segurança alimentar e a situação nutricional.

A FAO vai celebrar a data com várias actividades em mais de 150 países.

O Ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton também vai participar da cerimónia do Dia Mundial da Alimentação nas Nações Unidas em Nova Iorque no dia 23 de outubro.

A data tem como objectivo consciencializar o público para o combate à fome e má-nutrição e encorajar pessoas do mundo inteiro a juntarem-se à luta contra este mal.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud