Sobe para 1 milhão número de refugiados na Somália

24 outubro 2008

Violência e falta de condições estão entre as causas dos deslocamentos das populações.

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha divulgou o deslocamento de mais de 35 mil pessoas, na Somália, durante o mês de Setembro.

Com este número, o total de deslocados internos no país passa a ser mais de 1 milhão de pessoas.

Segundo o Ocha, a nova onda de deslocados internos, é causada pela violência em algumas regiões, entre o governo, aliados e vários grupos armados da oposição.

Refugiados

Os refugiados vivem em condições severas, expostos a doenças como a diarréia que mata dezenas de pessoas todos os meses.

A falta de água e longos períodos de seca deterioram bastante a situação nas zonas rurais.

A insegurança espalhada por todo o país, não permite que a ajuda humanitária chegue a todos.

Recentemente os vôos das Nações Unidas para a capital Mogadíscio, foram suspensos por causa da proibição de um grupo de insurgentes islâmicos.

Mesmo assim o Programa Alimentar Mundial, PAM, e as organizações locais parceiras, têm conseguido alimentar cerca de 2 milhões de pessoas nas última semanas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud