Pnuma lança exibição de pintura infantil na ONU BR

Pnuma lança exibição de pintura infantil na ONU

Diretor-executivo da agência, Achim Steiner, abriu exposição Pinte para o Planeta, assinada por artistas mirins dedicados a combater efeito estufa.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, lançou, em Nova York a exposição de pinturas infantis, “Pinte para o Planeta”.

O evento foi aberto nesta quinta-feira na sede da ONU pelo diretor-executivo do Pnuma, Achim Steiner.

Geração de Empregos

O dinheiro arrecadado com a venda dos quadros será doado ao Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef.

A exposição termina em 18 de novembro.

O lançamento ocorreu um dia após a inauguração da Iniciativa Economia Verde para levar os mercados globais de volta ao trabalho.

Segundo o Pnuma, o investimento nas tecnologias limpas e na infra-estrutura “natural”, como solo e florestas, é a melhor opção para combater as mudanças climáticas e promover a geração de empregos.

Oportunidade

A iniciativa tem como objetivo aproveitar a oportunidade histórica de tornar a economia de amanhã uma realidade.

Os três pilares principais têm como foco a valorização dos serviços naturais, a criação de empregos verdes e instrumentos de aceleração da transição para uma economia verde.

Crises

Steiner disse que as crises financeira, alimentar e de combustíveis são parte do resultado de especulações e da falha dos governos na administração dos mercados.

Mas, segundo ele, são também parte de uma falha do mercado que levou a perdas profundas de recursos e bens naturais e uma dependência exagerada de combustíveis fósseis.

De acordo com dados do Pnuma, nos últimos 50 anos o crescimento econômico global foi acompanhado de um declínio acelerado do meio ambiente.

Entre 1981 e 2005, o PIB mundial mais do que duplicou, enquanto 60% dos ecossistemas mundiais foram degradados ou utilizados de forma prejudicial ao meio ambiente.