Cerca de 60% viverão em cidades até 2030, diz ONU
BR

23 outubro 2008

Relatório mundial do UN-Habitat sobre a situação das cidades revela que fornecimento de água potável e saneamento serão maiores desafios.

Mônica Villela Grayley e Yara Costa, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos, UN-Habitat, revelou que pelo menos 60% dos habitantes do mundo até 2030 viverão em cidades.

A afirmação é parte do relatório Estado Mundial das Cidades 2008/2009 divulgado nesta quinta-feira.

Brasil e Colômbia

O lançamento simultâneo, ocorreu em três cidades: Rio de Janeiro, Bangcoc e Londres.

O relatório compara vários indicadores de desenvolvimento e analisa o funcionamento das cidades e como a comunidade global pode melhorar a qualidade da habitação.

Segundo a representante do UN-Habitat no Brasil, Cecilia Martinez, que participou do lançamento no Rio de Janeiro, na América Latina, Colômbia e Brasil são os países que mais concentram desigualdades em suas cidades.

Desafios

Cecilia Martinez falou sobre uma das formas de aliviar o problema com mais investimentos em áreas carentes.

“Os investimentos públicos e privados devem estar dirigidos às zonas de mais pobreza. Não se deve concentrar nas áreas mais ricas porque isso só favoreceria a quem já tem os recursos. Creio que isso é o mais importante”, disse.

O relatório afirma ainda que a harmonia nas cidades só pode ser alcançada se houver uma eqüidade e sustentabilidade. Os principais desafios, das próximas décadas, serão o fornecimento de água potável, saneamento e tratamento de resíduos sólidos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud