ONU felicita acordo de paz na Somália

27 outubro 2008

Acordo entre governo de transição e rebeldes islamistas abrange cessar-fogo, o estabelecimento de um governo de unidade e a retirada das forças etíopes.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O principal representante das Nações Unidas na Somália, Ahmedou Ould-Abdallah (foto) felicitou o acordo político alcançado entre as facções rivais no país.

O Governo Federal de Transição e a Aliança para a Libertação da Somália, uma organização islamista na oposição, assinaram dois acordos no Djibouti após três dias de conversações apoiadas pela ONU e pela comunidade internacional.

Acordo de Djibouti

O acordo entre o governo de transição e os rebeldes islamistas abrange um cessar-fogo, o estabelecimento de um governo de unidade e a retirada das forças etíopes.

Os líderes das duas delegações ao comité conjunto de segurança, estabelecido ao abrigo do Acordo de Djibouti, concordaram que um cessar-fogo entrará em funcionamento no dia 5 de Novembro.

Conflitos Armados

A Somália tem sido afectada por conflitos armados e uma crise humanitária massiva nas duas últimas décadas, particularmente na região que abrange a capital, Mogadíscio.

Na semana passada, o Escritório da ONU para Assuntos Humanitários, Ocha, revelou que mais de 35 mil residentes de Mogadíscio fugiram das suas casas no último mês, elevando o total número de deslocados internos para cerca de um milhão.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud