ONU saúda acordo de paz na Somália
BR

27 outubro 2008

Acordo entre Governo Federal de Transição e Aliança para a Libertação da Somália, inclui o cessar-fogo, o estabelecimento de um governo de coalizão e a retirada das forças etíopes do país.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O representante especial do Secretário-Geral para a Somália, Ahmedou Ould-Abdallah (foto), elogiou o acordo político firmado entre as facções rivais no país.

O Governo Federal de Transição, TFG, e a Aliança para a Libertação da Somália, ARS, uma organização islâmica de oposição, assinaram dois acordos no Djibouti após três dias de conversações apoiadas pela ONU e pela comunidade internacional.

Deslocados

O acordo inclui o cessar-fogo, o estabelecimento de um governo de coalizão e a retirada das forças etíopes do país. Os líderes das duas delegações concordaram que o cessar-fogo entrará em vigor em 5 de novembro.

A Somália vive um conflito civil desde 1991 com a saída do presidente Mohammed Siad Barre do governo.

O Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, revelou que mais de 35 mil residentes de Mogadíscio abandonaram suas casas no último mês, elevando o número de deslocados internos para cerca de um milhão.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud