Exportações da AL continuarão crescendo
BR

28 outubro 2008

Relatório da Comissão Econômica para América Latina e Caribe, Cepal, revela que exportações na região continuarão crescendo numa média de 23% durante este ano, mesmo com a crise financeira global.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

A Comissão Econômica para América Latina e Caribe, Cepal, lançou, nesta segunda-feira, na Cidade do México, o relatório 2007/2008 América Latina e Caribe na Economia Mundial.

Segundo o documento, as exportações da região continuarão crescendo, numa média de 23% durante este ano, mesmo com a crise financeira global.

Desafios

O relatório revela que o valor das importações deve subir 22%. E que com a alta nos preços das mercadorias, como metais e combustíveis, e no valor das exportações, o excedente do comércio deve atingir US$ 51 bilhões, o equivalente a mais de R$ 110 bilhões.

Mas, segundo a Cepal, a desaceleração na economia mundial trará também conseqüências negativas para a região. Podendo levar a um ritmo de crescimento mais lento em 2009.

De acordo com a agência, o cenário global está forçando a América Latina e Caribe a enfrentar desafios a curto e longo prazo, como por exemplo, o acesso reduzido a financiamentos externos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud