PMA lança operação de emergência em Cuba
BR

28 outubro 2008

Agência da ONU prentende auxiliar mais de 1,7 milhão de pessoas afetadas pelos furacões Gustav e Ike, que atingiram a ilha caribenha entre agosto e setembro.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, anunciou, nesta terça-feira, que vai lançar uma operação de emergência para auxiliar mais de 1,7 milhão de pessoas afetadas pelos furacões Gustav e Ike em Cuba.

A iniciativa conta com o apoio do governo cubano e tem como foco principal a distribuição de alimentos às comunidades mais atingidas.

Assistência Alimentar

Segundo a representante do PMA no país, Sonsoles Ruedas, as tempestades que atingiram a ilha caribenha entre agosto e setembro, foram duas das mais violentas nos últimos 50 anos.

Durante os próximos seis meses, o PMA deve destinar US$ 5,7 milhões, o equivalente a mais de R$ 12 milhões, para a distribuição de arroz, feijão, óleo vegetal, peixe enlatado e biscoitos vitaminados no país.

Numa entrevista coletiva, a representante do PMA na Suíça, Emilia Casella, falou sobre o plano de emergência.

Segundo Casella, o PMA deve fornecer também galpões para o armazenamento de alimentos e fogões a gás para aqueles que perderam seus móveis e utensílios de cozinha por causa das tempestades.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud