Conselho de Segurança debate situação em Darfur

Conselho de Segurança debate situação em Darfur

Ban Ki-moon pede às facções rivais para pararem com os confrontos e procurarem uma solução negociada do conflito.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas debateu na terça-feira o último relatório de Ban Ki-moon sobre a situação no Darfur.

No documento, Ban salienta que as condições de segurança no terreno são tão deficientes que a força conjunta de paz da ONU e da União Africana não consegue operar de forma eficaz.

O Secretário-Geral pediu às partes envolvidas para pararem imediatamente com os confrontos e trabalharem para uma solução negociada do conflito.

Protecção de Civis

A própria missão da ONU em Darfur, Unamid, tem sido alvo de crescentes ataques e actos de banditismo, limitando consideravelmente a sua capacidade para implementar o seu mandato de proteger civis e fazer avançar o processo de paz, sublinha o documento.

Liberdade de Movimento

Ban Ki-moon revela ainda no relatório que apenas 10.500 soldados de uma força estimada em 26 mil capacetes azuis, já chegaram a Darfur.

O Secretário-Geral da ONU salienta também que a eficácia da missão depende da cooperação do governo do Sudão em questões como a liberdade de movimento dos funcionários das Nações Unidas, burocracia lafandegária e transporte de equipamento por terra e ar.