Assembléia Geral da ONU vota fim do embargo comercial contra Cuba (Português para o Brasil)

29 outubro 2008

A embaixadora brasileira na ONU, Maria Luiza Ribeiro Viotti, afirmou durante a reunião que o embargo viola as regras do direito internacional.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

Um projeto de resolução contra o embargo comercial contra Cuba, apresentado pelo governo de Havana, foi aprovado, nesta quarta-feira pela Assembléia Geral das Nações Unidas por 185 votos a favor, três contra e duas abstenções.

O Brasil apóia o levantamento do embargo comercial contra Cuba.

A embaixadora do Brasil junto às Nações Unidas, Maria Luiza Ribeiro Viotti, afirmou durante a reunião que o embargo viola as regras do direito internacional e é contrário à Carta da ONU.

“O Brasil interveio hoje na Assembléia Geral das Nações Unidas em nome do Mercosul a favor da resolução que pede o fim do embargo comercial contra Cuba. Essa é uma posição tradicional dos países do Mercosul porque se apóia na rejeição a medidas unilaterais e extraterritoriais”, afirmou.

Diplomacia

Os Estados Unidos defenderam a continuação do embargo, afirmando que o responsável pela crise econômica em Cuba é o governo de Havana que continuava a violar os direitos humanos e econômicos do povo cubano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud