PAM vai iniciar assistência alimentar aos sobreviventes do terramoto no Paquistão

PAM vai iniciar assistência alimentar aos sobreviventes do terramoto no Paquistão

Programa Alimentar Mundial tenciona distribuir 700 toneladas de rações alimentares que incluem farinha, feijão, óleo vegetal e sal.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa Alimentar Mundial, PAM, vai fornecer assistência alimentar a cerca de 20 mil pessoas que perderam as suas casas e haveres no terramoto que sacudiu partes da província de Baloquistão, no Paquistão.

"Precisamos de actuar com celeridade. É por isso que vamos começar a distribuir rações de alimentos em Queta e Peshawar, de modo a que possam chegar o mais depressa possível às pessoas mais necessitadas" disse o director do PAM no Paquistão, Wolfgang Herbinger.

Rações alimentares

O PAM tenciona distribuir, numa primeira fase, 700 toneladas de rações alimentares que incluem farinha, feijão, óleo vegetal e sal, para dois meses.

Herbinger disse que o PAM iria coordenar a sua resposta com o governo paquistanês e outras agências da ONU.

Terramoto

Um terramoto com uma potência de 6.4 atingiu a província do Baloquistão, no sudoeste do Paquistão, provocando mais de 170 mortos e centenas de feridos.

O epicentro do tremor de terra foi localizado nas montanhas Chiltan, a cerca de 80 quilómetros da cidade de Queta.