OMS preocupada com vítimas de terremoto no Paquistão (Português para o Brasil)

31 outubro 2008

De acordo com a Organização Mundial da Saúde 20 mil paquistaneses deslocados pelo terremoto não têm acesso à serviços médicos, comida e água potável.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas anunciaram, nesta quinta-feira, que estão trabalhando para assisitir cerca de 20 mil pessoas deslocadas por um terremoto no Paquistão.

A província de Baluchistão, no sudoeste do país, foi atingida por um tremor de magnitude 6.4 na escala Richter, na madugrada desta quarta-feira.

Assistência

Segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS, pelo menos 160 pessoas morerram, centenas ficaram feridas e muitas continuam desaparecidas.

A agência da ONU anunciou que vai enviar medicamentos e alimentos para assistir 50 mil pessoas nos distritos mais afetados, durante os próximos três meses.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, informou que deve também enviar 700 toneladas de rações alimentares, incluindo farinha, óleo de cozinha e sal.

Imunização

De acordo com a OMS, além de estarem expostos ao frio, os 20 mil paquistaneses deslocados pelo terremoto não têm acesso à serviços médicos, comida e água potável.

A agência manifestou preocupação também com relação ao baixo nível de imunização entre a população nas áreas afetadas, principalmente contra o sarampo e o tétano.

Em uma declaração lida pela sua porta-voz, nesta quarta-feira, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse estar profundamente triste e expressou seus pêsames às famílias das vítimas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud