Ban pede que respeitem cessar-fogo na RD Congo
BR

31 outubro 2008

Secretário-Geral das Nações Unidas afirmou que a situação no leste do país representa uma ameaça a segurança regional.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, declarou, nesta sexta-feira, em Nova Deli, capital da Índia, que está profundamente preocupado com a crise na República Democrática do Congo.

Ban afirmou que a situação no leste do país representa uma ameaça à segurança regional.

Direitos Humanos

O Secretário-Geral pediu o respeito do cessar-fogo em vigor e apelou aos líderes dos países na região para que tomem medidas concretas para a consolidação da paz.

A alta comissária de Direitos Humanos das Nações Unidas, Navi Pillay, também manifestou sua preocupação sobre o número crescente de mortos e outras violações dos Direitos Humanos nos últimos dias, na província de Kivu Norte.

Pillay disse que em Goma, capital da província, os principais responsáveis pelos saques, violações sexuais e assassinatos são soldados do exército congolês.

Saques

Ainda nesta sexta-feira, o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, anunciou que está investigando informações sobre saques nos campos para deslocados internos no norte de Goma.

Os detalhes são do porta-voz do Acnur, Ron Redmond.

Segundo Redmond, o Acnur recebeu relatos de que vários acampamentos, perto da cidade de Rutshuru, tinham sido queimados e as pessoas evacuadas a força.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud