Ásia-Pacífico é o maior mercado de banda larga, diz UIT (Português para o Brasil)

Ásia-Pacífico é o maior mercado de banda larga, diz UIT (Português para o Brasil)

Relatório de agência da ONU sugere que região não colhe os benefícios de forma equilibrada.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.*

Um relatório da União Internacional de Telecomunicações, UIT, sugere que a região da Ásia-Pacífico foi a que mais cresceu em fornecimento de banda larga. Mas segundo a agência, o acesso dos usuários não ocorre de forma equilibrada.

O documento foi lançado, nesta terça-feira, durante o primeiro dia da conferência Ásia Telecom 2008 em Bangcoc, capital da Tailândia.

Lento

Leia o boletim de Eduardo Costa da Rádio ONU

Segundo o relatório, a Ásia-Pacífico concentra 39% de todo o fornecimento de banda larga do mundo. Mas o acesso à internet nos países mais pobres da região continua limitado e lento.

O estudo da UIT traça o progresso em termos de acesso nos últimos cinco anos. O número de assinantes de banda larga na região subiu de 27 milhões em 2003 para 133 milhões no ínicio de 2008.

Os países mais pobres, como Camboja e Laos, têm uma penetração banda larga perto de zero. Nos países mais ricos, como Coréia do Norte e Japão, uma em cada quatro pessoas é assinante.

Celulares

Segundo a agência, a desigualdade continua em termos de velocidade de conexão. Nos países mais ricos a velocidade mínima de conexão pode ser mais rápida do que a velocidade máxima nos países mais pobres.

O documento releva também que a região tem quase 50% dos assinantes de telefones fixos, 42% dos usuários de internet e o maior mercado de telefones celulares do mundo.

Apresentação*: Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.