Islândia recebe quase 30 palestinos do Iraque (Português para o Brasil)

Islândia recebe quase 30 palestinos do Iraque (Português para o Brasil)

Refugiados, que vivem na fronteira do Iraque com a Síria, partem para a Escandinávia nesta segunda-feira.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informou que cerca de 30 palestinos refugiados entre Iraque e Síria serão abrigados pela Islândia.

O grupo, formado, na maioria, por crianças e mulheres que perderam os maridos no conflito do Iraque, deve partir para a Escandinávia nesta segunda-feira.

Melhor Opção

O Acnur elogiou a decisão da Islândia de abrigar os refugiados. Segundo um porta-voz da agência, Ron Redmond, por causa da situação de fragilidade na qual se encontram, o reassentamento num terceiro país foi a melhor opção para os palestinos.

Cerca de 2,3 mil palestinos iraquianos estão vivendo em condições precárias em dois campos no deserto da fronteira com a Síria.

De acordo com os refugiados, as temperaturas são muito altas no verão e baixas no inverno. O posto de saúde mais próximo fica a 400 km de distância. Muitos dos abrigados no acampamento de Al Waleed estão sofrendo de diabetes, câncer e outros problemas de saúde.

Brasil e Chile

O Acnur lançou um apelo para reassentar os refugiados, mas até o momento somente Brasil e Chile receberam os palestinos. A maioria dos refugiados recebidos no Brasil foi para São Paulo e Rio Grande do Sul.

A Suécia afirmou que deve abrigar cerca de 150 refugiados em breve.

Os palestinos passaram a ser perseguidos após a queda do ex-presidente Saddam Hussein.

A maioria fugiu do Iraque por causa da violência e se refugiou nos países vizinhos.