PAM pode suspender ajuda a Darfur

PAM pode suspender ajuda a Darfur

Sucessivos ataques a camiões de entrega de alimentos podem parar a distribuição de comida a mais de 3 milhões de pessoas.

Cátia Marinheiro, Rádio ONU em Nova York.*

A representante do Programa Alimentar Mundial, PAM, no Sudão, Monika Midel, informou que os ataques contra trabalhadores de ajuda humanitária em Darfur, no Sudão, estão a tornar extremamente difícil e perigosa a entrega de alimentos a pessoas com fome.

Segundo ela, se os ataques continuarem, o PAM terá de suspender entregas em algumas áreas de Darfur.

Colheitas

Desde o início do ano, mais de 100 veículos que transportavam alimentos do PAM, foram sequestrados em Darfur e muitos outros foram baleados e roubados.

Neste Sábado, a agência da ONU resgatou três camiões sequestrados, mas cerca de 70 veículos e 43 motoristas continuam desaparecidos.

O alerta do PAM vem no seguimento da decisão da ONG German Agro Action decidir cancelar a entrega de alimentos a 450 mil pessoas no Norte de Darfur por causa da insegurança, no final do mês passado.

A falta de segurança em Darfur começou a causar problemas na entrega de alimentos a 3 milhões de pessoas há mais de três meses.

Em Setembro a situação pode tornar-se ainda mais crítica porque é a época do ano em que os alimentos das colheitas do ano anterior geralmente terminam.

Apresentação*: João Duarte, Rádio ONU em Nova York.