Ban condena atentado que matou três no Afeganistão (Português para o Brasil)

15 setembro 2008

Vítimas são dois médicos da Organização Mundial da Saúde que faziam campanha contra poliomielite e o motorista do carro alvejado.

João Duarte & Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou um ataque com um carro-bomba na província de Kandahar, no Afeganistão. Dois médicos da Organização Mundial da Saúde, OMS, foram mortos no atentado que matou também o motorista do carro que os trasportava. Todas as vítimas eram afegãs.

Os médicos estavam participando de uma campanha de vacinação contra a poliomielite. Ban Ki-moon disse que o atentado foi covarde e inaceitável.

Fronteira

O carro foi alvejado na manhã do domingo em Spin Boldak perto da fronteira com o Afeganistão.

O representante especial do Secretário-Geral para o Afeganistão e chefe da Missão da ONU no país, Kai Eide, também condenou o ataque que, segundo ele, foi dirigido contra civis inocentes que trabalhavam para o povo afegão.

No sábado o governador da província de Logar foi morto no decurso de um ataque suicida próximo da capital, Cabul.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud