Comemoração do Dia Internacional da Camada de Ozono

Comemoração do Dia Internacional da Camada de Ozono

Organização Mundial de Meteorologia revela que o buraco na camada de ozono sobre a Antártida em 2008 será maior do que no ano passado.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.*

O Dia Internacional da Camada de Ozono, é assinalado esta terça-feira, 16 de Setembro.

A dia foi proclamado pelas Nações Unidas, em 1987, após o estabelecimento do Protocolo de Montreal sobre as Substâncias que Destroem a Camada de Ozono.

Segundo a Organização Mundial de Meteorologia, OMM, as condições meteorológicas indicam que o buraco na camada de ozono observado este ano é menor do que aquele observado em 2006, mas ainda assim maior do que em 2007.

De acordo com a agência, a 13 de Setembro, o buraco estendia-se por uma área de 27 milhões de quilómetros quadrados, dois milhões a mais do que no último ano.

Mudanças Climáticas

Segundo a OMM, os cientistas estão mais cientes da possível ligação entre a degradação da camada de ozono e as mudanças climáticas.

A agência afirma, também, que as mudanças observadas na temperatura da estratosfera podem causar um atraso ainda maior na restauração da camada de ozono.

Compromisso

Nma declaração para marcar o dia, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon, disse que depois de décadas de ataques químicos, pode demorar ainda 50 anos para uma recuperação completa da camada de ozono.

Segundo Ban, acções multilaterais decisivas, contra ameaças e desafios ao meio ambiente, podem trazer benefícios.

O Secretário-Geral afirmou ainda que um progresso contínuo poderá contribuir significantemente para as Metas de Desenvolvimento do Milênio.

Ban pediu um compromisso: fazer-se o máximo para criar, hoje, a “ecónomia verde” de amanhã.

Apresentação*: Patrícia Fonseca, Rádio ONU em Nova York.