África bate recorde de investimento, diz Unctad (Português para África)

África bate recorde de investimento, diz Unctad (Português para África)

Agência da ONU diz que continente arrecadou US$ 53 bilhões em investimentos estrangeiros directos.

Cátia Marinheiro, Rádio ONU em Nova York.*

A Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad, informou nesta quarta-feira que o investimento estrangeiro em África foi maior que nunca em 2007.

A entrada de investimento estrangeiro directo no continente africano foi de US$ 53 mil milhões no ano passado.

Rendimento

A agência da ONU disse que, para além do recorde de investimento, África destacou-se de todas as outras regiões em desenvolvimento com a taxa mais alta de rendimento dos investimentos estrangeiros.

O economista da Unctad, Rolf Traeger, disse à Rádio ONU, desde Genebra, que o aumento do índice de investimento foi favorecido pelo aumento do preço dos produtos básicos, como o petróleo.

“O factor principal que levou a esses três anos consecutivos de recorde de investimento em África foi o alto nível dos preços de commodities dos produtos básicos, como petróleo, cobre, níquel, alumínio e outros metais. Isso gerou um grande apetite pela parte dos investidores estrangeiros por novas zonas de exploração de recursos naturais. Então esse é o principal factor que levou a esse forte crescimento do investimento estrangeiro em África nos últimos três anos”, disse.

Os principais investidores no continente foram as empresas multinacionais americanas e europeias, seguidas por empresas africanas, com destaque para as da África do Sul.

Traeger explicou que as perspectivas de investimento em África em 2008 são boas, mas que o continente pode ser afectado pela crise financeira mundial.

“Porque a Unctad fez uma pesquisa junto às principais empresas multinacionais sobre os planos de investimento delas para o período de 2008 a 2010. Dessa pesquisa, resulta que os planos de investimento da África continuam apontando para um aumento dos investimentos em 2008”, afrmou.

A Unctad explicou também que os governos dos países africanos estão a atrair mais investimento estrangeiro com a adopção de novas leis e medidas que favorecem a entrada de capitais.

Apresentação*: Patrícia Fonseca, Rádio ONU em Nova York.