ONU pede mais esforços para Metas do Milénio (Português para África)

ONU pede mais esforços para Metas do Milénio (Português para África)

Encontro de alto nível reuniu líderes internacionais, Bill Gates e Bono Vox (esq) para discutir esforços conjuntos para cumprir agenda social até 2015.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas abrigaram, nesta quinta-feira, uma Cimeira sobre as Metas do Milénio.

O encontro, na Assembleia Geral da ONU, debateu medidas concretas para avançar com oito objectivos, entre elas a erradicação ou redução da pobreza e fome extremas.

Conhecimentos

Além de líderes políticos e religiosos, participaram na reunião, representantes da sociedade civil como, por exemplo, o ex-presidente da Microsoft, Bill Gates, e o activista e vocalista do grupo U2, Bono Vox. Ele discursou pouco antes do encontro na Assembleia, pedindo mais recursos para África.

Bono Vox disse que a fome pode ser substituída pela esperança. Bono pediu doações da União Europeia para pequenos agricultores no continente africano.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, apelou ao que ele chamou “uma injecção de energia” para se atingir as metas dentro do prazo.

Segundo Ban, a geração actual é a primeira a possuir recursos e conhecimentos necessários para eliminar a pobreza.

O Secretário-Geral falou sobre sucessos como a prevenção de 7,5 milhões de mortes com a vacinação contra o sarampo e o progresso no combate ao HIV/Sida.

Ban disse também que os níveis de fome e de pobreza extrema devem diminuir em 50% até 2015. Mas segundo ele, há desafios especialmente na África Subsaarina. E afirmou que a crise financeira mundial ameaça bilhões de pessoas.

Numa entrevista exclusiva à Rádio ONU, antes da cimeira, o presidente de Moçambique, Armando Guebuza, explicou que no seu país falta pessoal de saúde.

“É preciso que os doadores compreendam que, efetivamente, nós temos problemas sérios na saúde. Não somente ao nível de recursos financeiros, mas também ao nível de recursos humanos. Hoje não temos médicos suficientes para poder administrar os medicamentos, para fazer os diagnósticos e etc. Não temos enfermeiros em quantidade suficiente para isso. Estamos muito abaixo daquilo que necessitamos. Há necessidade de investir na área da formação, em todos os níveis, para resolver o problema de saúde no quadro que nós estamos a nos referir,” disse.

O fundador da Microsof, Bill Gates, disse que os avanços na tecnologia permitirão solucionar ainda mais problemas e, por isso, o futuro será melhor do que o passado.

Ban Ki-moon anunciou uma Cimeira para 2010 para avaliar os progressos das Metas do Milénio.

Apresentação*: Cátia Marinheiro, Rádio ONU em Nova York.