Austrália quer reforma do sistema financeiro (Português para o Brasil)

Austrália quer reforma do sistema financeiro (Português para o Brasil)

Primeiro-ministro, Kevin Rudd, diz na ONU que crise atual dos mercados não pode ser repetida.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O governo da Austrália afirmou que o sistema financeiro mundial precisa de uma reforma profunda para evitar a repetição da atual crise econômica global.

A declaração foi feita pelo primeiro-ministro australiano, Kevin Rudd, durante um discurso na Assembléia Geral, em Nova York.

Riscos

Rudd disse que está preparado para trabalhar com outros países no sentido de promover um programa abrangente de reforma com mudanças no sistema regulatório. Segundo Rudd, é preciso diminuir o que ele chamou de riscos sistêmicos dos mercados financeiros.

O premiê da Austrália pediu urgência na reforma e disse que o mundo parece não ter aprendido nada com a crise financeira dos mercados asiáticos nos anos 1990.

Segundo Kevin Rudd, bancos, fundos de investimentos, seguradoras e outras instituições financeiras só deveriam receber autorização para operar sob condição de mais transparência.

FMI

O premiê australiano defendeu ainda a promoção de um comportamento “mais responsável e menos ganancioso”.

Kevin Rudd encerrou o discurso na ONU pedindo um papel maior para o Fundo Monetário Internacional, FMI, e um ajuste para as regras de prestação de contas a longo prazo.