África assina parceria com Banco Mundial (Português para África)

África assina parceria com Banco Mundial (Português para África)

Iniciativa do Banco Mundial e da União Africana deve combater pobreza e HIV/Sida.

Cátia Marinheiro, da Rádio ONU em Nova York.

A União Africana e o Banco Mundial assinaram na sexta-feira um memorando de entendimento para trabalharem juntos para apoiar o desenvolvimento de África.

Promover a reintegração, o desenvolvimento sustentável, apoiar os países depois dos conflitos e lutar contra a pobreza e o HIV/Sida são os objectivos do acordo.

Oportunidades

O presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, disse que quer ajudar a União Africana a promover o progresso no continente. O Banco Mundial salienta que as oportunidades de crescimento em África são enormes.

Jean Ping, da União Africana, disse que os esforços em fomentar a paz, a segurança e a democracia em África estão a ter resultados.

Mas Ping acrescentou que no que diz respeito a desenvolvimento ainda há muito a fazer no continente. O memorando de entendimento quer ir ao encontro dessas lacunas.

Em Julho de 2008, o Banco Mundial concordou em doar quase US$ 500 mil para apoiar um programa da União Africana que pretende ajudar os emigrantes do continente.

Na Guiné-Conacri, o governo confirmou a existência de dois casos de febre amarela. A Organização Mundial da Saúde, OMS, disse que há 14 casos suspeitos no país. O ministério da Saúde da Guiné vai começar uma campanha que pretende vacinar quase 150 mil pessoas.