Unesco propõe educação com mais ética

Unesco propõe educação com mais ética

Seminário internacional, em Brasília, debate Declaração Pública; proposta deve ser enviada a candidatos a prefeito.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, realiza nesta terça-feira, em Brasília, um debate internacional sobre a qualidade do ensino fundamental no Brasil.

Sob o tema “Ética e Responsabilidade na Educação”, o evento no auditório da TV Câmara, contará com painéis de discussão. Um deles, será dirigido pela especialista do Instituto Internacional de Planejamento da Educação da Unesco, em Paris, Muriel Poisson.

Formação

O seminário será encerrado com a aprovação da Declaração Pública sobre Ética e Responsabilidade na Educação.

O especialista da Unesco em Brasília, prof. Célio da Cunha, disse à Rádio ONU que apesar de cobrar das autoridades, o evento também quer promover a responsabilidade dos pais e das escolas na formação das crianças.

“E essa declaração tem a ver também com a família. Nós queremos pais que se responsabilizem pelos filhos, que ajudem os filhos a fazer as suas lições. E queremos também uma escola que se responsabilize pela criança. Quando a criança não estiver aprendendo, ou enfrentar dificuldades, ela assuma o problema e tente uma metodologia diferente para que a criança possa deixar a escola com o domínio pleno de alguns códigos fundamentais de conhecimento que são necessários hoje no mundo,” disse.

De acordo com o prof. Célio da Cunha, a declaração deverá ser enviada a todos os candidatos a prefeito de mais de 5,5 mil municípios brasileiros.

Participam do evento, em Brasília, como debatedores, o senador e ex-ministro da Educação, Cristovam Buarque (PDT-DF), e o presidente-executivo do projeto Todos pela Educação, Mozart Ramos.