ONU renova apelo à observância da trégua olímpica

8 agosto 2008

Pausa é oportunidade para considerar custos elevados da guerra e iniciar um diálogo.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.*

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, apelou de novo à observação da trégua olímpica.

Numa declaração emitida esta sexta-feira por ocasião do início dos Jogos Olímpicos, Ban Ki-moon, afirmou que uma trégua é uma oportunidade para fazer uma pausa, reconsiderar os custos elevados da guerra e iniciar um diálogo.

Crianças

Num outro desenvolvimento, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, afirma que é contra o treino rigoroso que crianças de alguns países são sujeitas com vista a alcançarem a excelência olímpica.

O Unicef diz que os países devem aderir a linhas de orientação no que se refere à idade dos participantes evitando apresentar crianças para participarem em competições, como é o caso dos Jogos Olímpicos.

Esta quinta-feira, a ONU na China e o departamento de voluntários do comité organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim fizeram uma cerimónia para reconhecer o papel dos voluntários nas preparações para os Jogos.

O secretário-geral e director executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, Achim Steiner, afirmou que as acções dos voluntários olímpicos irão inspirar milhões de outros por todo o mundo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud