Conflito na Geórgia pode fazer 20 mil deslocados (Português para o Brasil)

Conflito na Geórgia pode fazer 20 mil deslocados (Português para o Brasil)

Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informa ~que 5 mil pessoas teriam fugido para a Rússia por causa dos combates.~

Mônica Villela Grayley & João Duarte, Rádio ONU em Nova York.*

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informou que o conflito na Ossétia do Sul, no norte da Geórgia, pode gerar até 20 mil deslocados internos no país.

Segundo o Acnur, cerca de 5 mil pessoas já fugiram para a Ossétia do Norte-Alânia, no sul da Rússia.

Objetivo

Forças da Geórgia e da província separatista Ossétia do Sul entraram em conflito, na semana passada.

Leia o boletim de Eduardo Costa.

“De acordo com o governo georgiano, milhares de pessoas morreram nos combates desde a semana passada. Na sexta-feira, tropas da Rússia entraram na Ossétia do Sul. Segundo o governo de Moscou, o objetivo da operação era defender os cidadãos russos que vivem na região.

No domingo, o Conselho de Segurança da ONU se reuniu, pela quarta-vez, para debater a crise. Mas os 15 países-membros do conselho não conseguiram chegar a um consenso sobre o assunto.

O encontro ocorreu após uma declaração do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-mooon, pedindo o fim imediato do conflito.

Segundo Ban, os combates estavam se espalhando além da Ossétia do Sul e os custos humanitários estavam aumentando. Ban Ki-moon pediu a todos os lados que busquem uma solução pacífica”.

Na reunião do Conselho de Segurança, no domingo, o secretário-geral assistente para Operações de Manutenção de Paz, Edmond Mulet, disse que havia um aumento de presença militar na Abkházia, onde a ONU tem uma missão observadora.

No mesmo encontro, o subsecretário-geral de Assuntos Políticos, B. Lynn Pascoe, confirmou que aeronaves russas haviam bombardeado alvos militares da Geórgia fora da Ossétia do Sul.