ONU urge afegãos a combater corrupção

ONU urge afegãos a combater corrupção

Apelo foi feito por representante especial no país, Kai Eide (foto), após a divulgação de relatório da agência da ONU para o Desenvolvimento, Pnud.

Marta Barroso, Rádio ONU em Nova York.

O representante especial das Nações Unidas no Afeganistão, Kai Eide, urgiu a população do país a lutar contra a corrupção. Ele sublinhou os impactos negativos da corrupção nos esforços pela paz e pelo desenvolvimento.

Eide fez o apelo no lançamento do Relatório de Desenvolvimento Humano Regional da Ásia e do Pacífico “Derrotando a Corrupção, Transformando Vidas”.

Começar de baixo

A informação é da porta-voz do Secretário-Geral da ONU, Marie Okabe.

Okabe disse que segundo Eide, a corrupção tem de ser derrotada a partir de baixo, tendo os cidadãos, a sociedade civil e os meios de comunicação um papel crucial no apoio aos eforços do governo na luta contra a corrupção.

O representante especial da ONU também afirmou que a corrupção no Afeganistão é endémica e atinge os mais pobres de forma desproporcionada, afasta as pessoas do estado e mina os esforços de construção de paz, estabilidade e progresso para o povo afegão.

Eide saudou os recentes passos do governo do Afeganistão, que se tornou Estado-membro da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, adoptando legislação e criando um organismo anti-corrupção.