ONU e RD Congo enviam forças para área de combates

ONU e RD Congo enviam forças para área de combates

Soldados de manutenção da paz e forças congolesas deslocam-se ao distrito de Itur, no nordeste do país; área está a ser alvo de confrontos.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

A Missão das Nações Unidas na República Democrática do Congo, Monuc, anunciou que elementos do grupo rebelde Exército de Resistência do Senhor e outros grupos ameaçam a segurança no distrito de Ituri, situado na província de Orientale, no nordeste do país.

De acordo com a missão, soldados de manutenção da paz da ONU e forças congolesas foram enviadas para a região a fim de protegerem as populações civis.

Segundo a Monuc, elementos do grupo rebelde ugandês teriam recentemente atacado e saqueado várias localidades na província.

Ataques

Para além do Exército de Resistência do Senhor, uma outra ameaça à segurança é a Frente Patriótica de Ituri que frequentemente lança ataques contra alvos civis.

A Monuc foi criada em 1999 e conta com 17 mil homens na República Democrática do Congo. É umas das maiores missões de manutenção de paz no mundo.

Num outro desenvolvimento, o representante especial do Secretário-Geral na RD Congo e chefe da Monuc inaugurou esta quarta-feira os trabalhos de reabilitação da via Rutshuru-Ishasha na província de Kivu-norte.

A obra faz parte de um programa de emergência de reabilitação humanitária.

Durante a visita, Doss reuniu-se com representantes dos principais grupos armados que participam no programa Amani cujo objectivo é o estabelecimento da paz e segurança na província.