Líderes assinam protocolo de género

22 agosto 2008

Documento inclui cláusulas como meta de conseguir, até 2015, que 50% dos cargos de liderança nos sectores público e privado sejam ocupados por mulheres.

Marta Barroso, Rádio ONU em Nova York.

Ao fim de três anos de negociações, líderes da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral, Sadc, assinaram o Protocolo sobre Género e Desenvolvimento.

O protocolo tem mais validade do que a Declaração da Sadc sobre Género e Desenvolvimento, assinada em 1997, e passou por um processo de aprovação, durante o qual organizações da sociedade civil e governos lutaram pelo consentimento mútuo quanto a questões críticas relacionadas com as mulheres.

Mulheres na liderança

O Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher, Unifem, esteve amplamente envolvido, juntamente com a Unidade do Género da Sadc, no processo de rascunho do Protocolo sobre Género e Desenvolvimento e disse que se irá esforçar activamente para que seja ratificado.

O Protocolo inclui diversas cláusulas progressivas, incluindo o objectivo de conseguir que até 2015, 50% dos cargos de liderança nos sectores público e privado sejam ocupados por mulheres.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud