Milhares fogem da violência na Colômbia, diz Acnur BR

Milhares fogem da violência na Colômbia, diz Acnur

Combates de grupos guerrilheiros e tropas do governo, no sul do país, estão causando os deslocamentos; entre as vítimas, crianças e indígenas.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.*

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informou que milhares de pessoas estão sendo obrigadas a fugir da violência no sul da Colômbia.

Segundo o Acnur, o deslocamento está sendo provocado por combates entre grupos guerrilheiros rivais e tropas do Exército colombiano.

Crianças

O porta-voz da agência, Andrej Mahecic, disse que na região do Cauca, as vítimas pertencem a grupos indígenas e afro-colombianos. Mais da metade dos afetados é composta por crianças.

No departamento vizinho de Nariño, cerca de 1 mil pessoas deixaram suas casas nas montanhas dos Andes por causa de combates entre tropas do governo e um grupo armado. As vítimas estão sendo levadas para escolas e abrigos improvisados.

Nos vilarejos de Santa Cruz e Santa Rosa, outras 1 mil pessoas estão isoladas pelos combates.

No departamento de Nariño, somente no ano passado, mais de 100 mil pessoas foram registradas como deslocadas pela violência.

A Colômbia vive um conflito civil há mais de quatro décadas, entre tropas do governo, rebeldes e grupos paramilitares.

Apresentação*: Eduardo Costa, Rádio ONU em Nova York.