Subnutrição infantil é desafio para a Somália, diz ONU

Subnutrição infantil é desafio para a Somália, diz ONU

Dados das Nações Unidas sugerem que metade da população pode ficar totalmente dependente de auxílio alimentar de emergência.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, afirma que a subnutrição é um dos principais desafios enfrentados pelas crianças na Somália.

Um relatório publicado pelo departamento de Análise de Segurança Alimentar da FAO diz que nos próximos 12 meses, 3,6 milhões de pessoas, o equivalente a metade da população, pode ficar totalmente dependente de auxílio alimentar e de emergência.

Auxílio Alimentar

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, anunciou a distribuição de auxílio alimentar de emergência para as crianças na Somália.

Segundo o representante do Unicef no país, Christian Balslev-Olesen, nunca anteriormente a situação alimentar foi tão grave como agora.

O auxílio da Unicef dirige-se a 5, 2 mil crianças com problemas graves de nutrição.

A agência estima que 36% das crianças no país encontram-se subnutridas.

Para combater a subnutrição as crianças com menos de 5 anos de idade recebe 10 kg de Unimix, um suplemento alimentar rico em vitaminas e proteínas.

O representante da Unicef na Somália afirma que com melhor segurança, recursos e cooperação das ONGs locais é possível reduzir significativamente a subnutrição no país.