Tribunal Penal Internacional suspende libertação de Thomas Lubanga BR

Tribunal Penal Internacional suspende libertação de Thomas Lubanga

Suspeito congolês de crimes de guerra permanecerá sob custódia até decisão final.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.*

O órgão de recurso do Tribunal Penal Internacional, TPI, com sede em Haia na Holanda, suspendeu a decisão emitida anteriormente de libertar o suspeito congolês de crimes de guerra, Thomas Lubanga.

A decisão do tribunal foi emitida no final desta segunda-feira depois de um apelo do promotor.

Custódia

Lubanga ficará agora sob custódia do tribunal até a emissão de uma decisão final do órgão de recurso.

O antigo líder da milícia União dos Patriotas Congoleses operava na região de Ituri, no leste da República Democrática do Congo, e é acusado de vários crimes de guerra, entre eles recrutamento forçado de crianças-soldado.

No mês de junho, o tribunal suspendeu os procedimentos contra o líder rebelde congolês depois de ter sido revelado que a acusação não teria entregue mais de 200 documentos à defesa.

Apresentação*: Eduardo Costa, da Rádio ONU em Nova York.