FAO incentiva produção de arroz em África (Português para África)

FAO incentiva produção de arroz em África (Português para África)

Programa visa combater a crónica falta de arroz e a dependência dos países consumidores sobre os países produtores.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, anunciou o lançamento de um programa de emergência para a produção de arroz na África ocidental.

Segundo dados da organização, apesar da produção interna de arroz estar a aumentar, os países consumidores em África registam um défice crónico devido ao aumento da procura.

Importações

Dados referentes a 2006 sugerem que seis milhões de toneladas de arroz teriam que ser importadas todos os anos para satisfazer a procura.

O objectivo do programa de emergência lançado pela FAO é combater a dependência dos países consumidores no arroz importado.

A coordenadora da iniciativa da FAO relativa ao aumento dos preços agrícolas, Cristina Amaral, falou à Rádio ONU, a partir de Roma, e falou sobre as razões deste programa.

“No momento em que se consegue apoiar os pequenos agricultores a produzirem muito mais e melhorarem as condições de armazenamento e preservação, mesmo guardando em casa parte da sua produção ou através de silos comunitários, portanto, consegue-se prolongar o período de auto-suficiência alimentar”, afirmou.

O programa foi lançado em 11 países, entre os quais o Senegal, Nigéria, Mauritânia, Serra Leoa e Togo.

As áreas de intervenção cobrem o acesso a sementes e fertilizantes assim como a melhores tecnologias de produção.