Implementação de acordo é desafio para a Somália (Português para África)

Implementação de acordo é desafio para a Somália (Português para África)

Secretário-Geral da ONU afirma que retirada das forças etíopes é o primeiro passo.

João Duarte, Rádio ONU em Nova York.*

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, publicou esta sexta-feira o último relatório sobre a Somália.

Para Ban, o principal desafio consiste na implementação do acordo de Djibouti entre o governo de transição e a oposição começando por garantir a retirada das forças etíopes do país.

Missão

No entanto, a missão da União Africana na Somália, Amisom, continua com um número muito inferior ao máximo autorizado de 8 mil soldados de manutenção da paz.

Neste momento a missão conta com 2,650 homens no terreno.

Piratas

Num outro desenvolvimento, o Programa Alimentar Mundial, PAM, anunciou esta sexta-feira que os ataques contra trabalhadores de auxílio e as ameaças aos navios que transportam alimentos estão a colocar em risco as vidas de milhões de pessoas que necessitam de ajuda alimentar.

O PAM apelou aos governos a fim de proporcionarem escoltas navais para protecção dos transportes marítimos de alimentos que frequentemente são atacados por piratas.

Segundo dados do PAM, são necessários US$ 210 milhões para o organismo continuar a operar na Somália.

De acordo com o Secretário-Geral, a ONU, União Africana e a União Europeia estão a preparar medidas a fim de lidar com o problema da pirataria ao largo da costa do país.