Internet é excelente parceiro para correios

22 julho 2008

Congresso da União Postal Universal informa que queda de cartas foi compensada por comércio eletrónico.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.*

A União Postal Universal das Nações Unidas, UPU, anunciou a criação de uma nova estratégia global para melhorar os serviços de correios em todo o mundo. A medida foi anunciada na abertura do congresso da agência, em Genebra, na Suíça.

Segundo o director-geral da UPU, Edouard Dayan, ao contrário do que se previa, a chegada da internet não prejudicou os correios tendo criado um papel complementar às actividades do sector.

Lojas Virtuais

Dayan afirmou que a queda no volume de cartas, após o aumento da quantidade de e-mail, foi compensada pelo comércio electrónico.

Além disso, o envio de remessas de dinheiro pelos correios já atinge 130 países.

O porta-voz do Serviço de Comunicação da UPU, Jerome Deutschmann, disse à Rádio ONU, de Genebra, que muitas páginas de correio incluindo a brasileira têm lojas virtuais lucrativas.

“A diminuição do correio carta foi compensada através do aumento das encomendas. São muitos os correios no mundo que têm uma loja (virtual) em seu website para vender aos seus clientes. Esses clientes vão lá comprar produtos no estrangeiro e que utilizam o operador público”, disse.

Conexão

Mais de 2,2 mil pessoas deverão participar do Congresso da UPU, que durará três semanas.

Segundo a agência da ONU, um dos desafios actuais dos correios é aumentar a conexão da rede global.

Pelo menos 3% dos moradores do planeta não têm acesso a serviços postais, em África este número é de 12%.

Os correios empregam mais de 5,5 milhões de pessoas em todo o mundo e processam mais de 439 mil milhões de cartas anualmente.

Apresentação*: João Duarte, Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud